O que é o ENDA?


O Encontro Nacional de Direitos Animais discute o movimento pelos direitos animais no Brasil ao reunir os indivíduos que trabalham por um mundo livre de todas as formas de exploração animal. Trata-se da maior reunião de ativistas vindos de diversas partes do Brasil no intuito de aprender, debater e conviver com aqueles que fazem a história da luta pelos direitos animais em nosso país, fazendo do encontro um fórum para compartilhar experiências, relatar progressos, discutir táticas e formar redes, além de ser um importante momento de inspiração para recarregar o ânimo e avançar trabalhando pelos direitos animais. Desse modo, o ENDA tem sido um berço para o nascimento de iniciativas importantes que ganham vida nas mãos daqueles que a partir desse contato motivam-se, capacitam-se e inspiram-se.

Por que um Encontro Nacional de Direitos Animais?

Picture

O texto abaixo foi escrito para o ENDA 2008, que foi a primeira edição do Encontro Nacional de Direitos Animais, evento inédito no Brasil para o qual havia muitas expectativas (por parte da organização e dos participantes), mas poucas certezas. Com a dedicação e o empenho desinteressados que foram aplicados na realização do ENDA 2008, é possível dizer que os resultados superaram todas as expectativas, tanto da organização como do público. Quem participou desse momento histórico do movimento pelos direitos animais no Brasil, pôde sentir a energia e testemunhar a troca de experiências que se deram durante os 4 dias em que convivemos juntos. Para quem não pôde estar presente, ficam as imagens e os depoimentos de quem teve a oportunidade de viver essa rica experiência.

A mesma experiência foi revivida em 2010, onde ativistas de regiões distantes como Acre e Pará se reuniram com ativistas de todo o Brasil, deixando também o seu registro com fotos, vídeos e depoimentos para a memória do evento.

Com o anúncio da próxima edição a ser realizada de 07 a 10 de junho de 2012, está lançada uma nova oportunidade para viver ou reviver esses momentos ricos de inspiração e aprendizado que o Encontro Nacional de Direitos Animais proporciona aos ativistas brasileiros.

O texto abaixo, que  explica a motivação que inspirou a primeira edição do Encontro Nacional de Direitos Animais, continua sendo válido para expor a proposta da terceira edição do evento.

____________________________________

Extraído da chamada para o ENDA 2008:

A idéia de organizar um Encontro Nacional de Direitos Animais começou a tomar forma em 2006, inspirada na vivência em eventos similares fora do Brasil, mas ela começou a ser considerada seriamente apenas no início de 2007. No meu contato com ativistas durante viagens a outras cidades pelo Brasil, ao comentar sobre a proposta, percebia que havia uma grande receptividade e por isso decidi investir energia para a realização desse evento.

O termo “encontro” foi escolhido ao invés do termo “congresso” ou “conferência” porque a proposta era de realizá-lo em um ambiente e clima de discussão e aprendizado que pudesse vir acompanhado de muita integração. Discussão, aprendizado e integração são, em minha opinião, elementos importantíssimos a serem considerados no momento atual do movimento pelos direitos animais no Brasil. Foi com essa intenção que o tema do evento “discutindo o movimento, nutrindo-se nas diferenças e capacitando nossos ativistas” foi escolhido.

Estamos entrando em discussões onde deveríamos estar nos apoiando, e estamos brigando onde deveríamos estar discutindo. Para um movimento ainda em estruturação como é o nosso, vejo esse fenômeno como sendo perigoso e capaz de causar danos definitivos na eficiência com que a geração atual de ativistas será capaz de desempenhar o seu trabalho.

Por isso defendo que é hora de debatermos e conhecermos-nos, seja conhecermos-nos como pessoas que somos ou conhecermos aos nossos propósitos individuais, para que assim possamos compreender quais são os nossos propósitos coletivos: onde podemos formar alianças e onde devemos manter uma distância saudável e respeitosa. Vejo a necessidade de conversarmos todos, juntos, aprendendo uns com os outros, inclusive a respeitarmos-nos mutuamente. Julgo ainda ser urgente a necessidade de capacitarmos-nos enquanto ativistas para que possamos desempenhar nosso papel com maior eficiência e assertividade.

Esse é o clima que eu espero possa, com a colaboração de todos, ser estabelecido para o Encontro Nacional de Direitos Animais, que tem como objetivo maior o mesmo objetivo que acredito termos todos enquanto ativistas independentemente da diversidade que possa haver em nossas linhas de atuação, que é o da defesa dos direitos animais e da justiça para todos.

Esse encontro está sendo organizado com muito empenho e dedicação e ele é de todos e para todos nós. Participem das oportunidades para colaborar com a organização do evento, divulguem para a sua lista de contatos e compareçam. Em seu silêncio e miséria, os animais não-humanos contam apenas com os poucos que somos em sua defesa diante dos muitos que se empenham para lucrar com a sua exploração. Para que tenhamos êxito, temos que fazer nada menos do que o nosso melhor. O meu desejo é que o Encontro Nacional de Direitos Animais seja uma oportunidade de discussão, aprendizado e integração que, na medida em que cada um dos nossos ativistas se empenhar para fazer cada vez mais e melhor, resulte em ações úteis para os animais.

George Guimarães
Presidente
VEDDAS – Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade